>>Colecione moedas e cédulas do Brasil e do Mundo!!! Venha ser um colecionador...

"Ouro para o bem de São Paulo" 1932


Alguns não sabem mas em 1932 São Paulo criou sua moeda própria, que foi falsificada pela ditadura e distribuída na capital paulista para desestabilizar a economia do estado. O dinheiro paulista era lastreado pelo ouro arrecadado pela campanha "Ouro para o bem de São Paulo", também chamada de "Ouro para a vitória".

São Paulo, enfrentou isolado esses quase noventa dias de luta contra as forças getulistas, insuflou sua gente a uma arrecadação de fundos para sustento da Revolução. Foi a inesquecível campanha de "Ouro para o bem de São Paulo" (campanha aliás que o golpe de 64 tentou sem sucesso reeditar - 32 anos depois como se esgarçou o caráter brasileiro...).
Muitos doaram suas alianças de casamento, por não ter nenhuma outra peça de ouro para dar.
Outros, mais ricos, chegavam a abrir mão de joias de grande valor, às vezes cravejadas de pedras preciosas. Os que aderiam à campanha recebiam um certificado (v. ao lado) com a inscrição "Doei ouro para o bem de São Paulo" ou um anel de metal com esta frase gravada.
Mas o Movimento de 1932 teve seu findar antes da aplicação da maior parte dos recursos arrecadados. 
Caixa com anéis, medalhas e certificado da campanha “Ouro para o bem de São Paulo”. Essa campanha foi organizada pela Associação Comercial de São Paulo e visava a angariar recursos para a manutenção das tropas constitucionalistas por meio de doação de jóias. Quem aderia a essa campanha recebia em troca um anel de metal com inscrições relacionadas ao movimento constitucionalista e um certificado.

Anel masculino da campanha do ouro da Revolução de 32, na frente o gládio com uma coroa de louros e a inscrição “Pro São Paulo Fiant Eximia” e na lateral do anel “Dei Ouro Para o Bem de São Paulo”.

Propaganda das cédulas Pró-constituição
A Companhia Melhoramentos imprimiu a pedido do governador Pedro de Toledo, as cédulas de dinheiro que circularam em São Paulo naquela época.
Medalha da Revolução de 1932.