gtag('config', 'UA-56722592-1');
  >> PRESENTE EM MAIS DE 40 PAÍSES - Colecione moedas, cédulas, selos e cartões telefonicos do Brasil e do Mundo!!! Venha ser um colecionador...>> Entre Cédulas, Moedas, Selos e Histórias é uma página do Historiador e Numismata Bruno Diniz >> Contato: brunocelest@gmail.com >> Siga nossa coleção no Google+ >> Inscreva-se em nosso canal no Youtube!!! >>

"A economia faz a prosperidade"


 

 
Muitas moedas da numismática brasileiras não são estudadas com o devido respeito, e a dificuldade em encontrar informações para se catalogar uma peça é um fator que complica a vida de muitos colecionadores pelo Brasil! Temos tentado reunir informações sobre essas moedas para ao menos tentar ajudar aos colecionadores de ontem e de hoje. Mas vamos ao que realmente interessa. 

O vintém é uma peça bem tradicional da coleção do Brasil, essa moeda é relativamente comum, mas em estado soberbo tem se tornado cada vez mais difícil de encontrar, mas isso não eleva o valor da peça. A moeda de 40 réis diz: "A economia faz a prosperidade" Uma forma governista de conscientizar o povo sobre as benesses de se poupar dinheiro. Já as de 20 réis de 1889 do Brasil. As primeiras moedas cunhadas após a proclamação da república traziam: Vintém poupado é vintém ganho. Podemos dizer que foi uma das primeiras campanhas envolvendo marketing institucional do governo Brasileiro (objetivo: estimular o povo a poupar). A cunhagem das moedas de bronze foi iniciada nos momentos finais do Império e só voltou a ser utilizado no inicio do período republicano. Realmente foi uma inovação no meio circulante, uma vez que no período imperial a maior preocupação era o engrandecimento das figuras emblemáticas da corte.

Curiosidade
Vale lembrar que as moedas brasileiras de bronze deixaram de ser cunhadas em 1912.

Período de utilização do bronze no Brasil
1868 a 1912. Mas na realidade, é quase cobre puro, sua composição é de 95% de cobre, 4% de estanho e 1% de zinco.