Família. Nossa maior coleção!!!

Meu pai foi responsável por me apresentar ao mundo da numismática, quase que sem querer! Meu pai ganhou uma moeda japonesa e aquilo me encantava gostava de brincar com aquela moedinha. Quando era pequeno, sempre que eu via a moeda dando sopa eu prontamente pegava para brincar, para mim aquela moeda era algo mágico e único! Anos depois ao ajudar um amigo em uma mudança ele encontrou um Patacão de 960 Réis de 1820 e como eu já juntava algumas moedinhas ele pediu para o amigo e me presenteou com aquela que seria a peça mais amada em minha coleção. Minha coleção foi ficando maior e recheada de belas peças... Mas no dia 28 do mês de Agosto de 1996, toda minha alegria foi desfeita ao ficar sabendo naquela manhã fatídica que o meu principal incentivador havia falecido! Peguei toda minha coleção e dei para outras pessoas pois tinha perdido o sentido para mim continuar com aquela coleção, naquela época deixei de viver e magoei muitas pessoas queridas. Mas aquela peça de prata eu não conseguia nem mesmo olhar para ela! O Patacão se tornaria à materialização do meu sofrimento, mas eu não podia simplesmente dar para qualquer pessoa, então tive a ideia de presentear uma amiga com a tal peça, mesmos sem entender o motivo pelo qual eu estava lhe presenteando com aquele objeto ela carinhosamente o guardou durante 15 longos anos...Durante estes 15 anos de afastamento da numismática eu me recuperei do golpe da vida e voltei a sentir o coração pulsar novamente. Pude perceber que eu possuía uma família linda e unida e que realmente todos me amavam! Realmente eu me sentia pronto para voltar a colecionar e dar continuidade ao trabalho ora deixado de lado por conta dos embaraços da vida. Mandei um email para a amiga perguntando se ela ainda tinha aquele patacão de prata...Ela me surpreendeu dizendo que sim! E que estava a disposição para me entregar. Fui buscar todo animado e quase não acreditei quando vi aquela moeda depois de 15 anos! A grande moral da historia é a seguinte: Compartilhe momentos com seu pai, sorria com ele, faça coisas que jamais fizeram juntos para que um dia vocês possam contar belas historias e guardar em seus corações a lembrança de momentos incríveis! E neste mês vamos completar 16 anos sem a alegre presença do querido PAI,MARIDO,TIO,FILHO,CUNHADO E AVÔ...Muitas vezes me pego pensando em quanto seria divertido ver o Seu Lau Brincando com os netinhos em um belo almoço dos dias dos pais! Sei que não posso ter isso, mas peço ao meus irmãos e amigoas que abracem seus filhos neste domingo e olhem para dentro deles, pois eles são uma peça importante da maior coleção que temos! Nossa Familia!!! Um feliz dia dos Pais para todos vocês. 

Bruno Diniz
Família. Nossa maior coleção!!! Família. Nossa maior coleção!!! Reviewed by BRUNO DINIZ on agosto 10, 2012 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.