>>Colecione moedas, cédulas, selos e cartões telefonicos do Brasil e do Mundo!!! Venha ser um colecionador...>> Entre Cédulas, Moedas, Selos e Histórias é uma página do Historiador e Numismata Bruno Diniz >> Contato: brunocelest@gmail.com >> Siga nossa coleção no Google+ >> Inscreva-se em nosso canal no Youtube!!! >>

Curiosidades



"God Save the Queen" ("Deus salve a rainha" em inglês) é o segundo singlebritãnica de punk rock Sex Pistols. Foi lançado em 1977, durante as comemorações dos vinte e cinco anos de ascensão da Rainha Elizabeth II ao trono da Grã-Bretanha e de outras nações que compõem os Reinos da Comunidade das Nações. A canção atingiu a primeira posição na parada da influente revista NME, mas duvidosamente atingiu apenas a segunda posição da UK Singles Chart, conforme informado pela BBC. A letra do single, assim como sua capa, causaram polêmica na época de seu lançamento, e tanto a BBC quanto a Autoridade Independente de Radiodifusão recusaram-se a tocar a canção. da banda
O single
O single foi lançado em 27 de maio de 1977, e foi considerado por grande parte do público em geral como um ataque à Rainha Elizabeth II e à monarquia. O título é uma referência óbvia ao hino nacional britânico. Na época a canção foi altamente polêmica, por igualar a monarquia a um "regime fascista" e por dizer que na Inglaterra "não havia futuro".
Embora muitos acreditam que a canção foi escrita por causa do Jubileu de Prata da Rainha (as comemorações dos vinte e cinco anos de sua ascensão ao trono), a banda nega. Paul Cook afirmou que "não foi escrito especificamente para o Jubileu da Rainha. Nós não estávamos cientes disso naquela época. Não foi um esforço planejado que saísse e chocasse todo mundo". Johnny Rotten explicou a letra da canção da seguinte maneira: "Você não escreve uma canção como 'God Save The Queen' porque você odeia a raça inglesa. Você escreve uma canção como essa porque você os ama, e você está cansado de vê-los sendo maltratados." Suas intenções eram, aparentemente, evocar a simpatia da classe trabalhadora inglesa e gerar um sentimento geral de ressentimento contra a monarquia.
Em 7 de junho de 1977 - o feriado do Jubileu - a banda tentou tocar a música de um barco no rio Tâmisa, em frente ao Palácio de Westminster. Depois de uma briga envolvendo o participante Jah Wobble e um cinegrafista, onze pessoas foram presas quando o barco ancorou, incluindo vários membros da comitiva da banda.