>>Colecione moedas, cédulas, selos e cartões telefonicos do Brasil e do Mundo!!! Venha ser um colecionador...>> Entre Cédulas, Moedas, Selos e Histórias é uma página do Historiador e Numismata Bruno Diniz >> Contato: brunocelest@gmail.com >> Siga nossa coleção no Google+ >> Inscreva-se em nosso canal no Youtube!!! >>

Um milhão de réis - Rs:1:000$000 - Um conto de réis


O conto era uma unidade de conta, ou seja, uma expressão usada para facilitar a linguagem, a escrita e a contabilidade de grandes valores.

No Brasil, até 1942, o conto de réis foi utilizado para expressar a quantia de um milhão de réis. Tinha uma notação própria e praticamente era a segunda unidade do nosso sistema monetário Réis:
 Rs1:000$000 = 1:000$000 = 1:000$ = um milhão de réis = um conto de réis
Apenas cinco tipos de notas de um conto de réis foram emitidas, todas no período de 1907 a 1926, sendo as de maior valor facial do Brasil.
As notas emitidas pela Caixa de Conversão, em 1907; pelo Banco do Brasil, em 1923; e pela Caixa de Estabilização, em 1926, eram chamadas de papéis-ouro, pois eram lastreadas no ouro, ou seja, o seu resgate era garantido nesse metal.

A cédula emitida em 1921, pelo Tesouro Nacional, era a única com garantia fiduciária e de curso  forçado, ou seja, o governo garantia seu valor por lei, e a sociedade aceitava usá-la como dinheiro, confiando no governo.
Por serem notas de alto valor facial e monetário, tiveram poucas emissões e circulação restrita. Isto fez com se tornassem raras e valiosas, principalmente as do Tesouro Nacional, utilizadas posteriormente em emissões realizadas pelo Banco do Brasil, mediante aplicação de carimbo.
fonte e acervo: Museu de Valores do Banco Central do Brasil