>>Colecione moedas, cédulas, selos e cartões telefonicos do Brasil e do Mundo!!! Venha ser um colecionador...>> Entre Cédulas, Moedas, Selos e Histórias é uma página do Historiador e Numismata Bruno Diniz >> Contato: brunocelest@gmail.com >> Siga nossa coleção no Google+ >> Inscreva-se em nosso canal no Youtube!!! >>

O Museu de Numismática do Amazonas

O Museu de Numismática do Amazonas tem sua origem na coleção de moedas, cédulas e documentos históricos, organizada pelo comerciante amazonense Bernardo D'Azevedo da Silva Ramos. Estudioso e fascinado pela Numismática, viajou por vários países, seguidas vezes, adquirindo peças para sua coleção particular.Em 1898 adquiriu a valiosa coleção e respectiva biblioteca especializada, do humanista pernambucano Cícero Peregrino Dias, enriquecendo ainda mais o seu acervo pessoal.

O Governo do Amazonas, através da Lei n.º 296 de 6 de outubro de 1899, autorizou a compra da coleção numismática de Bernardo Ramos para o Estado e pelo Decreto n.º 402, de 20 de fevereiro de 1900, "abre um crédito de 300 contos de réis para ocorrer as despesas com a aquisição da Coleção Numismática do Coronel Bernardo D'Azevedo da Silva Ramos".

Em 1900, por ocasião das festividades do quarto centenário do Descobrimento do Brasil, realizadas NO Rio de Janeiro, então capital da República, a Coleção Numismática foi exposta, no período de 05 a 31 de maio de 1900, no salão nobre do Externato do Ginásio Nacional, hoje Museu Nacional. A exposição, ao ser visitada pelo então presidente da República, Dr. Campos Salles, despertou neste um grande interesse devido ao valor histórico e raridade das peças levando-o a fazer uma oferta de compra da coleção para que ela integrasse o acervo do Museu Nacional, NO que foi recusado pelo amazonense.Ao vendê-la para o Governo do Amazonas, Bernardo Ramos perdeu a importância de cem contos de réis, visto que o preço ofertado por Campos Salles era de quatrocentos contos de réis.