>>Colecione moedas, cédulas, selos e cartões telefonicos do Brasil e do Mundo!!! Venha ser um colecionador...>> Entre Cédulas, Moedas, Selos e Histórias é uma página do Historiador e Numismata Bruno Diniz >> Contato: brunocelest@gmail.com >> Siga nossa coleção no Google+ >> Inscreva-se em nosso canal no Youtube!!! >>

Moedas Chinesas

 
No ano 338, na Dinastia Jin do Leste, apareceu a moeda denominada pelo título do reinado do imperador. Mas isso ficou popular apenas depois da Dinastia Tang (618-907), que foi 300 anos depois.
Zheng He Tong Bao No ano 621, o primeiro imperador da Dinastia Tang aboliu a moeda Wu Zhu. Começou-se a usar a moeda Tong Bao. A moeda Tong Bao adotou a forma redonda com um furo quadrado no centro, mas ela foi denominada pelo título do reinado do primeiro imperador e aí, acabou a história de avaliar uma moeda pelo seu peso. A moeda Tong Bao tinha padrões definidos na sua forma, no seu tamanho, no peso, na percentagem de bronze, na caligrafia e também, na denominação. 
 
Zhi He Tong Bao Toda moeda Tong Bao de Tang pesa 3,13g, tem 83,32% de bronze e assim, assegurava o valor da mesma moeda. A caligrafia limitou-se entre a escrita regular e a escrita oficial (são dois estilos de caligrafias chinesas). Definiu-se na mesma época que o nome da moeda constituía o título do reinado do imperador e as escritas Tong Bao ou Yuan Bao ou Zhong Bao, no total quatro caracteres. Desde aí, essa forma de denominação estava no uso por 1.300 anos, até o período Min Guo (1912-1949).
 
Na Dinastia Song (960-1279), chegou uma época de pico na história monetária chinesa. Naquela época usavam-se moedas de bronze e moedas de ferro paralelamente. Havia uma enorme quantidade de moedas fundidas nessa época, de tipos bem diferentes. Os 50 imperadores da Dinastia Song emitiam em um total mais de mil versões de moeda diferentes. A arte da caligrafia era refletida de forma bem bonita nas moedas de Song. Usavam-se diversos estilos de caligrafias nas moedas, que mostram uma boa qualidade artística.
Lingote de prata
Depois da Dinastia Yuan (1271-1368), a monetização ficou mais simples. Começou-se a usar principalmente papel-moeda e emitia-se uma pequena quantidade de moeda de metal. Até a Dinastia Qing (1644-1911), apesar que apareceram papel-moeda, lingote de prata e lingote de ouro, havia ainda a forma de moeda redonda com um furo quadrado como a forma de moeda básica.

 
No início da Dinastia Ming (1368-1644), usava-se principalmente papel-moeda. Até o meio da Dinastia Ming, aboliu-se o papel-moeda e começou-se a usar lingote de prata e moeda de bronze. The design on backside of a coin Além da Dinastia Song, Ming foi uma outra época de pico, na qual emitia-se uma enorme quantidade e muitas versões de moedas. Desde do reinado do imperador Jia Jing (1522-1566), mudou-se gradualmente para moedas fundidas de latão e acabou a história de moeda de bronze.
 
Na Dinastia Qing (1644-1911), usavam-se também principalmente prata e moeda. O território de Qing já era enorme. Assim existiam sistemas monetários diferentes nas regiões e havia uma grande confusão. Ambos da quantidade de moeda e das versões diferentes, Qing foi o campeão na história.
A forma de moeda redonda com um furo quadrado no centro estava no uso até o final da Dinastia Qing e o começo de período Min Guo (1912-1949). As últimas versões de moedas dessa forma foram emitidas no ano 1912 nas províncias Yunnan, Sichuan e Fujian, em quantidades pequenas. Até o ano 1914, acabou a época dessa forma de moeda.

A fase de moedas da forma redonda sem furo, feitas à máquina, desde o final da Dinastia Qing (1644-1911) até o Período de Min Guo(1912-1949)
 
Moeda de cobre redonda No ano 1900, emitiu-se na província Guangdong moedas de cobre de forma redondas sem furo, feitas à máquina. Outras províncias adotavam também essa nova forma e emitiam aí de novo moedas de muitos tipos. As novas moedas de cobre substituíram gradualmente as moedas redondas com furo quadrado. Essa nova forma redonda tinha sido usada por um curto período de 30 anos, até o ano 1935, no qual o então governo legalizou os papéis-moeda emitidos por três bancos comerciais.
 
Guang Xu Yuan Bao Pouco antes da época da moeda de cobre da forma redonda sem furo, emitiram-se também moedas de prata de forma redonda sem furo. Embora prata fosse sempre um tipo de moeda na história, a história da moeda de prata não foi longa. A moeda de prata mais antiga foi a moeda Qian Long Bao Zang (Qian Long era um imperador poderoso da Dinastia Qing) emitida no Tibete no ano 1792. Depois, emitiu-se também uma moeda de prata em Taiwan, mas de quantidade pequena e circulação pequena. A primeira moeda de prata feita à máquina foi emitida no ano 1885 na província Guangdong.
 
Embora a moeda de prata tivesse uma história curta, havia muitos tipos e uma enorme quantidade. No ano 1914, o então governo chinês emitiu uma moeda de prata com a figura do Yuan Shikai (um líder militar chinês e foi, por pouco tempo de 83 dias, o presidente da China. Ele tentou tornar-se um imperador e levar a China de volta para a monarquia imperial, mas não foi um sucesso). Essa moeda ter até hoje um nome popular: Yuan Da Tou, que significa a grande cabeça de Yuan. Yuan Da Tou era a verdadeira moeda de prata nacional daquela época. No ano 1935, acabou oficialmente a época de moeda de prata. O então governo mandou usar papéis-moeda emitidos por três bancos comerciais. Mas por causa da falta de confiança no governo daquela época, as pessoas também não tinham confiança nos papéis-moeda. Assim, moedas de prata, pelo valor em si mesmas, na verdade ficavam em circulação até o final da época Min Guo, no ano 1949.

Sobre papel-moeda
 
A China foi o primeiro país que começou a usar papel-moeda. O primeiro papel-moeda chinês nasceu no ano 1023, na Dinastia Song (960-1127). Na Dinastia Yuan (1279-1368), papel-moeda se tornou a principal moeda. Isso foi uma influência importante para o mundo ocidental. Na China existem também mais tipos de papéis-moeda. Apenas no período Min Guo (1912-1949), porque as províncias emitiam seus próprios papéis-moeda, existiam mais de 3.000 tipos de papéis-moeda. No ano 1892, estabeleceu-se em Shanghai o primeiro banco comercial chinês. Desde aí, começou-se a usar notas convertíveis na China.
 
O menor papel-moeda chinês foi emitido no ano 1941 na província Zhejiang. É do tamanho de 2,5 cm por 5,1 cm, pouco maior que um polegar. Ele inscreve o tempo duro durante a guerra contra o Japão. Por causa do bloqueio dos japoneses, faltava tudo até papel. Para economizar papéis, emitiu-se este papel-moeda em miniatura. Ele é muito raro hoje em dia, e naturalmente, bem valioso.
 
O papel-moeda de maior valor nominal na história chinesa nasceu na província Xinjiang em Maio no ano 1949. O seu valor nominal é de seis bilhões. Era no final do período Min Guo (1912-1949), por causa de guerra e da má administração do então governo formado pelo Partido Guo Min, o sistema financeiro caiu em colapso. De acordo com os preços na cidade de Shanghai na mesma época, este papel-moeda de seis bilhões levava somente o valor de 77 grãos de arroz.

No final
 
A história da cultura monetária chinesa havia muita influência na cultura monetária oriental. Os países vizinhos, tais como a Coréia, o Vietnã, o Japão, as Filipinas, Java e na Ásia do sudeste, emitiram também suas próprias moedas com escritas chinesas; além disso, fizeram também réplicas de algumas moedas denominadas por reinados de imperadores chineses. Assim formou-se o sistema da cultura monetária oriental.